As barreiras mentais que nos seguram!

Lei da atração

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O que te impede de ter uma vida magnética? Procrastinação? Preguiça? Crenças limitantes? Vitimização? Não merecimento? Falta de disciplina? Falta de comprometimento?

Tudo isso são barreiras mentais. Elas estão aí para te impedir de ter uma vida magnética e de usar o poder da mente  para realizar os seus desejos.

Todas as barreiras são tipos de autossabotagem que a sua mente usa para se sentir mais confortável.

Mas como assim, Laari?

A sua mente está acostumada com fracassos, pois foi isso que ela aprendeu desde a infância. A sua mente está acostumada com escassez, pois foi isso que ela ouviu seus pais dizendo, a sua mente está acostumada a perder, pois, aprendeu que o importante não é ganhar, mas sim competir. A sua mente está acostumada a não se sentir merecedora, pois aprendeu que outras pessoas são mais importantes.

Para te proteger, a sua mente quer permanecer aí, neste estado de fracasso, bem atrás das barreiras mentais. Te impedindo de usar o poder da mente e a lei da atração a seu favor.

Entenda mais sobre a mente subconsciente aqui. 

Existem algumas atitudes que você deve tomar a partir de agora para se livrar dessas barreiras mentais e usar o poder da mente a seu favor:

1 – Disciplina

Talvez uma coisa que você não saiba é: que a disciplina é uma prática e quanto mais você treina, mais você tem. É como se fosse um músculo, quanto mais você treina, mais você desenvolve.

Como vamos à academia praticar exercícios para desenvolver os músculos do nosso corpo, também podemos fazer exercícios para treinar a nossa mente para ser mais disciplinada.

Uma mente disciplinada em uma situação, consegue ser uma mente disciplinada em todas as áreas da vida.

Disciplina é, sobretudo, tomar decisões e ser fiel a si mesmo para cumpri-la, é ter um “porquê” bem definido e saber exatamente o motivo que faz isso diariamente.

Comemore a cada dia de disciplina e a cada tarefa realizada, por menor que seja, dessa forma, a sua mente gera mais dopamina, o que te faz gerar prazer pela disciplina, e vai ficando cada vez mais fácil fazer o que deve ser feito.

Uma mente disciplinada faz o que se requer, o que deve ser feito, sem deixar que barreiras mentais a prenda. 

2 – Autorresponsabilidade

Ter autorresponsabilidade é entender que você é 100% responsável por tudo que acontece na sua vida. Seja ela boa ou ruim. Não existem culpados, o único responsável pelos seus resultados é você.

“Você é o único responsável pela vida que tem levado. Você está onde se colocou. A vida que você tem levado é absolutamente mérito seu, seja pelas suas ações conscientes ou inconscientes, pela qualidade de seus pensamentos, seus comportamentos e suas palavras. Por mais doloroso que seja, foi você que levou a sua vida ao ponto em que está hoje. Sendo assim, só você poderá mudar essa circunstância.” Paulo Vieira.

Para se livrar das barreiras mentais é necessário parar de se vitimizar e entender que é você quem cria a sua própria realidade.

Se colocando no lugar de autor da sua história e autorresponsável você poderá se colocar em qualquer outro lugar. Escreverá novos caminhos e resolverá problemas que antes pareciam impossíveis, pois você julgava ser culpa de outra pessoa.

Se responsabilize e trace seu próprio caminho a partir de agora.

3 – Tomada de decisão

É nos momentos de decisão que o seu destino é traçado” – Tony Robbins

Não estou falando da decisão de mudar o mundo e sim da decisão de levantar da sua cama e fazer o que deve ser feito.

Se você se propôs a acordar todos os dias às 6 da manhã, não “tente” fazer isso, DECIDA fazer, afinal, você ganha força interior quando toma uma decisão!

Quando o despertador tocar, seja implacável, levante e comece o seu dia. E claro, quando levantar, tenha as metas do seu dia definidas, pois isso também é uma decisão. Defina sempre o seu plano de ação, pois mesmo que ele não saia como esperado, está tudo bem as coisas não saírem como você planejou.

4 – Sair da zona de conforto

A zona de conforto é o lugar mais desconfortável que existe, é como estar em um balde de merda, bem quentinho e “aconchegante”, mas, ainda sim, é merda e você insiste em continuar lá dentro.

Você não precisa desbravar o mundo pra sair da zona de conforto, você só precisa fazer algo diferente e desafiador, mas que esteja ao seu alcance.

Um exempl,o é tomar banho com a água gelada, com essa simples decisão você mostra para a sua mente que pode qualquer coisa. 

Se você odeia água fria e, mesmo assim, se propõe a enfrentar, acredite: essa decisão mostra para a sua mente que se você conseguiu fazer isso, você pode conseguir qualquer coisa e é você que está no comando.

5 – E, por fim, se você quiser ter resultados diferentes, precisa fazer algo diferente

Se você quer ter o que a minoria tem, então precisa fazer o que a maioria não faz.

Se você continuar como está, então os resultados serão os mesmos. A sua situação não muda se você não mudar.

Todo dia, assim que acordar, se faça a seguinte pergunta: “O que eu posso fazer hoje que fará eu chegar mais perto do sucesso e enfrentar as minhas barreiras mentais?”

Isso é ter o poder da mente, é se desafiar, é ser melhor 1% todo dia, é um treino e qualquer pessoa consegue realizar.

Espero que tenha gostado deste conteúdo e que comece a praticar já!

Um abraço, Laari Michelin.

eBook Gratuito

MAPA DOS SONHOS:

PASSO A PASSO PARA FAZER O SEU